Amizade e cumplicidades no lançamento do livro de Silva Roque Aconteceu esta sexta-feira, no Centro Cultural Norberto Tavares, juntando amigos para a apresentação de “Espermas de Sol” – o primeiro livro de poesia do jornalista. A apresentação esteve a cargo de António Alte Pinho e Gaudino Cardoso   Amizade e cumplicidades foram o traço cen See more details
Natal já chegou a Assomada A cidade nunca esteve tão bonita e há até quem faça comparações com a iluminação natalícia da capital e conclua: “Assomada é a cidade do Natal mais bonita de Cabo Verde”   Luz, muita luz e alegria, é isso que se sente pelas ruas. O Natal, antecipado e luminoso, chegou hoje a See more details
Repuxo de água dá mais encanto à Avenida Liberdade Desde ontem, a Avenida Liberdade conta com mais um pormenor de grande simplicidade e beleza estética, numa lógica de cidadeque privilegia as zonas verdes e o contacto com a natureza, devolvendo o espaço público aos cidadãos   Desde esta quinta-feira, 12, que um repuxo de água (o prime See more details

Avaliação do Usuário

Star inactiveStar inactiveStar inactiveStar inactiveStar inactive
 

Jorge Spencer Lima, o “patrão dos patrões” de Sotavento, diz que da parte da Câmara de Comércio há toda a disponibilidade para canalizar investimentos e apoiar projectos no Município e na região

Aproveitando a presença de Jorge Spencer Lima no encontro de empresários realizado no último sábado em Assomada (na foto), o portal da Câmara Municipal de Santa Catarina esteve à conversa com o Presidente da Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Sotavento (CCISS). O empresário considera que quando Santa Catarina disparar no caminho do desenvolvimento irá alavancar toda a Região de Santiago Norte.

“Não temos dúvidas sobre isso, uma das razões porque decidimos fazer este encontro na Assomada é exactamente por reconhecermos a importância de Santa Catarina no desenvolvimento de Santiago Norte”, disse Spencer Lima, sublinhando que “os problemas dos empresários da Assomada não são diferentes dos empresários da Praia e do resto do país”. Segundo este dirigente patronal, “o problema é macro, é global”.

Jorge Spencer Lima referiu que a CCISS está a preparar um plano de investimentos para a ilha de Santiago, à imagem do que já foi feito no Fogo. “Há várias oportunidades de negócio na ilha do Fogo, já identificamos projectos”, acentua, revelando que estão a dar apoio técnico e irão canalizar investidores. O apoio da Câmara de Comércio manifesta-se essencial já que tem parcerias com as suas congéneres de vários países e uma considerável carteira de contactos no mundo dos negócios e do investimento.

O Presidente da CCISS diz que há toda a disponibilidade para canalizar investimentos e apoiar projectos no Município de Santa Catarina e, de uma forma geral na Região de Santiago Norte e daí terem decidido realizar a reunião na Assomada, para ouvir de viva voz os operadores económicos.

“Somos a Câmara de Sotavento e não queremos que as nossas actividades se resumam à Cidade da Praia”, disse o empresário, acrescentando que este encontro se destinou a “trazer ideias, trazer opiniões e decidimos trazer a senhora ministra [Leonesa Fortes], que tem tido ideias muito positivas sobre o sector privado”, até porque ao contrário do anterior ministério (da responsabilidade de Humberto Brito), este “é mesmo um autêntico ministério da economia”, acentuando: “antes, quem mandava na economia era o Ministério das Finanças”.

ESTADO CONTRA ESTADO…

Jorge Spencer Lima é muito crítico das posições do Governo e refere, por exemplo, o Orçamento de Estado para 2015, onde se regista uma forte redução do investimento do Estado ao mesmo tempo que mantém uma atitude ambígua em relação aos empresários. Isto é, por um lado subentende-se que serão os empresários a ter de investir, por outro não se criam condições para o investimento privado e criando um ambiente de negócios favorável.

“Isto reflete-se de várias formas. A questão da substituição do Estado, em termos de investimentos, pelos empresários, pode-se entender assim. Mas o problema é que o Estado define a sua política por um lado e, por outro, toma medidas contra essa política que afirma”, refere Spencer Lima, considerando que “é esse confronto de políticas dentro do próprio Estado que não entendemos” e adiantando que “esse confronto é negativo, porque a parte que é contra é que está a ganhar”.

“Temos um Primeiro-ministro a fazer discursos fabulosos, mas não passa disso”, diz o empresário, sublinhando que José Maria Neves “faz grandes discursos, só que no momento seguinte toda a máquina estatal faz exactamente ao contrário”. Jorge Spencer Lima admite que o Primeiro-ministro tem sido sincero nas suas declarações “só que não consegue controlar a máquina estatal”, que funciona “exactamente em sentido contrário”.

MINISTRA DAS FINANÇAS É FACTOR DE BLOQUEIO

O empresário defende que “na fila da frente dessa máquina estatal está a Ministra das Finanças”, que considera ser “um factor de bloqueio”. No entanto, apoia incondicionalmente a candidatura de Cristina Duarte à presidência do BAD. “Se por um lado ela tem críticas internas, essas críticas têm a ver sobretudo com a gestão micro da economia; mas, por outro lado, é muito elogiada a nível internacional” por razão “da gestão macro, das contas do país, e mantém uma certa respeitabilidade”. Para Jorge Spencer Lima “é isso que vai contar” e é muito importante ter uma cabo-verdiana nesse cargo. “É o País que conta, se for eleita todos nós iremos beneficiar”, acentua o empresário, acrescentando que, neste caso, é necessário esquecer as divergências internas.

VÊM AÍ TEMPOS MAIS DIFÍCEIS

No que respeita ao último relatório do Banco Mundial, com Cabo Verde a descer em sete dos dez itens - em particular o tópico de abertura de empresas, em que desceu sete posições -, Jorge Spencer Lima considera que isso prova que a economia - ao contrário do que diz o Governo - não está a crescer. “Dizer que a economia está a crescer é uma utopia, como até é visível nos relatórios do Banco de Cabo Verde e de instituições internacionais”, refere o empresário, sublinhando que “algo vai mal” e que “não é preciso ser doutor para perceber que a economia não está boa”. E, para o empresário, o ano de 2015 vai ser bem pior do que tem sido até hoje .

 


banner-video 2

cabBoletim

noite-branca-programacao

plano-estrategico-santiago-2

guia-turistico-capa

Encontre-nos

Paços do Concelho
Largo Gustavo Monteiro
Cidade de Assomada, C.P. nº37
P: (+238) 938 45 55

info@cmscst.cv

© Sítio da CM de Santa Catarina 2019