Eleitos municipais preocupados com polémica que envolve o Liceu Armando Napoleão Fernandes

No centro da polémica, o estabelecimento de ensino está marcado por divergências entre docentes e Direção. Eurico da Moura e os eleitos municipais quiseram ouvir de viva voz as razões da polémica. Os professores que contestam a Direção primaram pela ausência. Foi ao segundo dia do Roteiro da Educação

 

Ao segundo dia do Roteiro da Educação, que levou a Mesa da Assembleia e deputados municipais ao Liceu Armando Napoleão Duarte, Eurico da Moura e os eleitos do PAICV e MpD mostraram preocupação pela polémica, do domínio público, envolvendo professores e a Direção daquele estabelecimento de ensino.

Durante a manhã desta terça-feira, 21, acompanharam Eurico da Moura a Vice-Presidente da Assembleia Municipal (AM), Hermínia Martins, o Secretário da AM, Nataniel Ribeiro, bem como os deputados municipais das duas bancadas, Euclides Furtado, Evelyne Monteiro, José Maria Silva (MpD), Lamine Tavares, Alexandre Mendes, António Moreira, Elisângela Semedo e Manuel Barros (PAICV).

Direção alega motivos partidários

Querendo apurar os motivos de tal polémica, os eleitos municipais reuniram com a Direção do liceu. No encontro, o Diretor António Furtado alegou que a Direção da escola está estupefacta com o acontecido e com as atitudes dos professores, referindo que em algum momento se opôs ao diálogo e sublinhando que a direção não teve conhecimento do abaixo-assinado, justificando a posição dos docentes por motivos meramente partidários.

Escola não é lugar para fazer política

Para Eurico da Moura e os deputados municipais, antes de se adotar uma posição seria prudente ouvir a outra parte - os professores -, mas devido à sua ausência não foi possível. O Presidente da AM entende, contudo, que a Educação deve ser separada das questões políticas e partidárias e que o diálogo é a melhor forma para se resolverem problemas.

“Entendemos que Assembleia Municipal é um órgão que pode moldar conflitos e buscar uma solução. A escola não é lugar para fazer política, mas sim espaço para formar alunos de forma tranquila, num ambiente saudável e fraterno, e queremos esta escola em pé de igualdade com as outras”, afirmou o Presidente da AM.

Apesar do ocorrido, o Diretor do liceu, afirmou que o estabelecimento está a funcionar na normalidade e que em momento algum irá prejudicar os professores que se manifestaram, porque essa não é a postura da sua equipa e está disposto a ouvir as reclamações de forma a melhorar o funcionamento da escola e o relacionamento com os docentes.

 

Mudanças na origem da polémica

Ainda de acordo com António Furtado, as mudanças introduzidas no Liceu em nada prejudicam os professores, os funcionários, ou os alunos, antes contribuem para o sucesso e o bom desempenho escolar. Devido ao sistema de agrupamento implementado este ano letivo, alguns professores tiveram que deslocar para Ribeira da Barca e Achada Lém, mas no dia em que tiverem aulas nessas localidades não regressam para o Liceu, disse o Diretor. Também referiu que os funcionários que faziam 4 horas de serviços passaram a fazer oito, de acordo com a lei, porque o estabelecimento carece de funcionários e, segundo ele, não constitui motivo de revolta.

Para finalizar a visita, os eleitos municipais estiveram com uma turma do 5º ano, de modo a averiguar a integração dos alunos num ambiente escolar diferente, e puderam notar que os alunos estão satisfeitos e a adaptar-se facilmente às mudanças introduzidas neste ano letivo.

Problemas sociais graves

De igual modo, se depararam com algumas dificuldades no que tange ao transporte escolar, e a alunos sem uniformes devido ao precário rendimento familiar. Isto porque, segundo o Diretor, a maioria dos pais e encarregados de educação vive numa comunidade rural em que o poder de compra é baixo e, por isso, aplicaram uma propina no limite mínimo, mas que devido ao mau ano agrícola têm-se criado uma série de constrangimentos.

O Presidente da AM assumiu que irá analisar junto com os deputados municipais a melhor forma de resolver as preocupações lançadas pela Direção, eventualmente buscando parcerias com outras instituições e com a Câmara Municipal, de modo a melhorar a situação dos alunos mais necessitados.

Polémicas à parte, durante a visita os eleitos municipais puderam constatar que a escola possui um número significativo de alunos (cerca de 1300) e possui dois agrupamentos, em Achada Lém e Ribeira da Barca, tendo um corpo docente constituído por 140 professores, e apoiado por 23 funcionários.

Assembleia próxima das pessoas

Eurico da Moura entende que a missão da Assembleia Municipal é estarjuntos dos munícipes e da comunidade educativa, sublinhando que a intenção da sua equipa é aproximar-se das pessoas, ser porta voz das populações. Razões que estiveram na génese da organização deste Roteiro, a que se seguirão outros direcionados para setores específicos e áreas de atividade

De referir também que no dia anterior, 19, o Presidente da AM e os deputados municipais fizeram uma visita ao Liceu Amílcar Cabral (na foto) para também conhecer a realidade deste estabelecimento de ensino. 

 


200 idosos assinalam o Natal este domingo, num convívio a ter lugar no Parque Natural de Serra Malagueta. A iniciativa é da responsabilidade do Pelouro do Desenvolvimento Social, liderado por Isabel...
Assomada acolhe, de 15 a 21 de dezembro, uma exposição de Joaquim Semedo, um jovem de São Lourenço dos Órgãos que revela um traço singular onde os homens e as mulheres são fio-de-prumo de toda a sua...
Os problemas são muitos, mas maior é a vontade de os resolver. Eurico da Moura, por todo o lado onde passou, deixou uma mensagem de confiança, mas também de empenho e de disponibilidade para ajudar...
O Presidente da Assembleia Municipal tomou conhecimento das preocupações dos profissionais de ensino do agrupamento desta localidade e comprometeu-se a fazer de tudo para os ajudar a tornear...
Pela noite adentro, desfilaram nomes conhecidos da nossa música popular, onde não faltou Cotxi Po, batucadeiras e momentos de humor com os CV Noia   Organizado pela Câmara Municipal de Santa Catarina, o...

© Sítio da CM de Santa Catarina 2017