Assembleia Municipal leva inquietações dos munícipes à AdS

Eleitos Municipais visitaram a empresa pública intermunicipal Águas de Santiago, levando na agenda as preocupações dos munícipes. Superfaturação, falta de água e mau atendimento estiveram em agenda

 

Nesta quarta-feira, 11, o Presidente da Assembleia Municipal (AM), Eurico da Moura, a Vice-presidente, Hermínia Martins, o Secretário, Nataniel Ribeiro, e os eleitos Alexandre Mendes, Carlos Borges e Evelyne Monteiro, visitaram a Águas de Santiago (AdS) a fim de conhecerem a realidade da empresa pública intermunicipal e dar conta das inquietações dos munícipes.

Os deputados municipais colocaram algumas preocupações manifestadas pelos munícipes, nomeadamente, em relação ao preço elevado da água, superfaturação das tarifas, mau atendimento, falta de água e desorganização da distribuição nas localidades.

Respondendo às inquietações dos deputados, o Presidente do Concelho de Administração (PCM), José António Pinto Monteiro, bem como o Administrador Vital Tavares, afirmaram que a Ilha de Santiago passou a ter convergência tarifária (tarifa única) e que, no caso de Santa Catarina, a tarifa foi modificada e passou a ser mais cara, com os munícipes a sentiram maior efeito em relação aos outros concelhos, porque nos outros municípios as tarifas já estavam atualizadas.

Quanto à superfaturação das tarifas, a empresa responsável pela implementação dos instrumentos de apoio à gestão, contratada pelo Governo de Cabo Verde em parceria com MCA, mostrou uma série de fragilidades e não soube fazer o trabalho da melhor forma, mormente na implementação do programa que deteta os gastos dos clientes, mas a AdS, segundo Vital Fernandes, está a trabalhar para resolver o problema o mais rápido possível.

O administrador sublinhou, ainda, que a empresa recebeu vários autotanques, mas não estavam em boas condições, o que dificultou e continua a embaraçar na distribuição de água no município. Também no concelho, segundo o administrador da empresa, existe um conjunto de desafios, entre os quais se destacam as perdas comerciais (contadores violados, contadores obsoletos e bypass) e a melhoria e densificação da rede.

Segundo o PCA, foi bom ouvir as inquietações dos santacatarinenses levadas pelos eleitos municipais, o que demonstra que a empresa ainda precisa de melhorar em muitos aspectos e, da mesma forma, espera a colaboração de todos para o seu bom funcionamento.

O Presidente da AM agradeceu pela disponibilidade da empresa em receber os deputados municipais, sublinhando que foi um encontro muito frutífero, uma vez que os responsáveis da AdS responderam às questões com muita clareza.

Para finalizar a visita, os eleitos municipais fizeram uma ronda pela empresa para conhecerem os seus serviços.

 


Uma dezena de artesãos reuniu-se esta quarta-feira no Centro Cultural Norberto Tavares. Em agenda, a discussão sobre as linhas gerais da constituição da associação e o projeto de estatutos   A...
O ato simbólico acontece na tarde desta quinta-feira e é presidido pelo Ministro da Cultura e das Indústrias Criativas. Mas o apoio às oleiras não se fica por aqui. Está em curso uma parceria entre...
A efeméride que exalta a cultura caboverdiana, acontece este ano entre o Centro Cultural Norberto Tavares e a Praça Central. Uma visita ao museu, uma conversa sobre cultura caboverdiana, teatro de...
A Primeira-dama de Cabo Verde esteve esta segunda-feira nestes espaços de apoio social para entregar donativos, e sublinhou a sua importância social. Exemplos “muito interessantes de inclusão e,...
Na inauguração da showroom da ACAISA, o Edil salientou que Santa Catarina está aberta a empresas que têm uma visão de futuro e não se movem por meras lógicas de lucro imediato, e reiterou o...

© Sítio da CM de Santa Catarina 2018