Grupos de Tabanca de Santa Catarina contemplados com apoios financeiros

Os 10 grupos existentes no concelho vão receber, cada um, a quantia de 200 mil escudos para a sua revitalização, dignificação das capelas e aquisição de instrumentos e indumentárias. E, em agosto, Santa Catarina acolhe o Festival Nacional da Tabanca

 

O Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas vai atribuir a quantia de 200 mil escudos a cada um dos 10 grupos de Tabanca de Santa Catarina. Este subsídio destina-se à revitalização dos grupos e desta manifestação cultural, dando mais dignidade às respectivas capelas, à aquisição de instrumentos e indumentárias, bem como à realização de atividades lúdico-pedagógicas.

A doação vem no seguimento do termo de compromisso assinado no passado mês do abril, entre o ministério e os grupos de Tabanca. No entanto, para receberem essa quantia, os grupos deverão ter base legal, ou seja, devem estar devidamente registados. Mas, esta matéria, têm vindo a ser criados alguns constrangimentos, já que apenas dois têm existência legal, os únicos que, até agora, conseguiram assinar o contrato com o Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas.

No sentido de ultrapassar o problema, o IPC, através da Direção do Património Imaterial e do Gabinete Jurídico, tem prestado assessoria técnica e jurídica aos vários grupos para se organizarem legalmente.

Em encontro realizado na última segunda-feira, 11, entre a Vereadora da Cultura, Jassira Monteiro, e o Presidente do Instituto do Património Cultural (IPC), Hamilton Jair Fernandes, esteve em agenda o inventário de base comunitário que o IPC pretende realizar em outubro, integrando a capacitação técnica dos grupos, e que vai ter a colaboração do Pelouro da Cultura.

Ainda no âmbito da valorização da Tabanca, no encontro ficou estabelecido, para 25 de agosto, a realização do Festival Nacional da Tabanca, que vai ter por palco Santa Catarina.

 


A mão-de-obra vai ser empregue na produção de paralelo, cujo orçamento está fixado em 27 milhões de escudos, indo gerar um considerável impacto no rendimento das famílias e na economia local   A...
O quintal do Centro Cultural Norberto Tavares quase que foi pequeno para acolher o lançamento de "Diversidade Interculturalidade e Inclusão - Desafios à Educação Básica em Cabo Verde". Uma obra de...
A estrada tem um percurso de 10 quilómetros, está orçada em 261 mil contos e é financiada pelo Banco Mundial e pelo Governo de Cabo Verde. Beneficiando as populações de Achada Grande, Palha Carga,...
Uma parceria forte que contribuirá para o desenvolvimento da economia local e na criação de empresas, criando mais postos de trabalho, é o propósito da assinatura do protocolo entre a Câmara...
Em encontro realizado na última quarta-feira, o Presidente da Câmara Municipal de Santa Catarina apresentou um projeto e pediu apoio à Coordenadora Residente da ONU. Ana Graça sustentou que o...

© Sítio da CM de Santa Catarina 2019