Seis escolas de Santa Catarina vão ser reabilitadas

As escolas contempladas situam-se em Chão de Tanque, Ribeira da Barca, Achada Lém, Pinha de Engenhos e Assomada, sendo resultante de um contrato-programa assinado entre o Ministério da Educação e a Câmara Municipal, no valor de cerca de nove milhões de escudos

 

Seis escolas do Ensino Básico Integrado (EBI) de Santa Catarina vão ser reabilitadas durante as férias letivas, resultante de um contrato-programa, no valor de cerca de nove milhões de escudos (mais precisamente, 8.999.175$00), assinado esta terça-feira, 10, entre o Ministério da Educação (ME) e a Câmara Municipal. As escolas contempladas são as de Chão de Tanque, Ribeira da Barca, Achada Lém, Pinha de Engenhos e Assomada.

O Ministério da Educação foi representado na assinatura do contrato pelo Diretor-geral de Planeamento, Orçamento e Gestão do ME, José Marques, que, na ocasião esclareceu que este projeto se vem desenvolvendo desde 2016, tendo como objetivo “reabilitar e ampliar a capacidade da rede educativa, para resolver os problemas que temos” (…) mas também criar as condições, para que os nossos alunos tenham espaços condignos e que favorecem o ensino e aprendizagem”, sublinhou. “No ano passado, o projecto de reabilitação das escolas de Santa Catarina de Santiago, do nosso ponto de vista, foi um sucesso”, acrescentou.

Educação é prioridade de Beto Alves

Manifestando satisfação pela assinatura de mais este contrato-programa, o Presidente Beto Alves salientou tratar-se da continuação do trabalho iniciado no passado ano, que levou já à requalificação de outras escolas, sublinhando que a educação é uma prioridade da sua equipa camarária.

“Investir na educação e na requalificação destas escolas, criando melhores condições de aprendizagem, dá-nos uma certa tranquilidade, porque é um investimento na segurança dos alunos que frequentam essas escolas”, disse o Edil de Santa Catarina, sublinhando que esta é uma prioridade do município e um compromisso reiterado com a comunidade educativa.

Os estabelecimentos de ensino contemplados no ano passado foram a Escola do Ensino Básico Integrado (EBI) Justina Ferreira, em Cabeça Carreira, e uma das escolas do Polo Educativo de Achada Lém.

 


A mão-de-obra vai ser empregue na produção de paralelo, cujo orçamento está fixado em 27 milhões de escudos, indo gerar um considerável impacto no rendimento das famílias e na economia local   A...
O quintal do Centro Cultural Norberto Tavares quase que foi pequeno para acolher o lançamento de "Diversidade Interculturalidade e Inclusão - Desafios à Educação Básica em Cabo Verde". Uma obra de...
A estrada tem um percurso de 10 quilómetros, está orçada em 261 mil contos e é financiada pelo Banco Mundial e pelo Governo de Cabo Verde. Beneficiando as populações de Achada Grande, Palha Carga,...
Uma parceria forte que contribuirá para o desenvolvimento da economia local e na criação de empresas, criando mais postos de trabalho, é o propósito da assinatura do protocolo entre a Câmara...
Em encontro realizado na última quarta-feira, o Presidente da Câmara Municipal de Santa Catarina apresentou um projeto e pediu apoio à Coordenadora Residente da ONU. Ana Graça sustentou que o...

© Sítio da CM de Santa Catarina 2019