Investidores egípcios expõem produtos na Zona Pedonal

Cerca de 15 expositores, distribuídos por diversos stands, com produtos variados, desde mobiliário, joias, cosméticos, quadros, acessórios e vestuário apresentam as suas mercadorias até 14 de dezembro

 

Um grupo de investidores de Egipto participa durante dez dias numa exposição de produtos, em Assomada, com vista a promover a cultura egípcia em Cabo Verde. A exposição está patente na Zona Pedonal, ao lado do Centro Cultural Norberto Tavares.

Segundo um dos promotores, Wael Torkey , com esta exposição, que também será organizada em outros países africanos, querem mostrar as variedades deste país africano.

“Com esta feira queremos mostrar que o Egipto tem variedade de produtos”, disse, assegurando que vão continuar a promover mais feiras deste tipo em Cabo Verde, mas com uma melhor organização e com mais investidores.

A feira, que se iniciou no dia 05, está a ter uma “boa receção” por parte dos santacatarinenses que, para além de a visitarem, estão a adquirir os produtos, tendo alguns deixado o compromisso de voltar mais tarde para adquirir outros.

O nosso portal conversou com uma das expositoras, Cármen Semedo, responsável pelo stand de produtos em prata, como anéis, colares, pulseiras e relógios, entre outros. Esta feira é muito importante, “porque estamos numa interação cultural ao mesmo tempo”, disse a nossa interlocutora.

A organização garante que os preços dos produtos estão acessíveis, para que os caboverdianos possam ter nas suas casas artigos que fazem parte da cultura egípcia.

 


Travessa Baixo, Poilão, Mato Gegê, Librão e João Bernardo são as localidades que, ainda este ano, vão beneficiar de energia elétrica   A rede pública de eletricidade vai chegar, ainda este ano à zona...
No entanto, outros bairros irão ser contemplados nos próximos dois anos, decorrente da assinatura de contratos-programa com o Governo, no âmbito do Programa de Requalificação, Reabilitação e...
O contrato-programa foi assinado na última sexta-feira, mas o número de famílias contempladas vai elevar-se a um total de 377, decorrente de uma verba global de 113 mil contos   Cerca de 20 mil contos...
A campanha é organizada pelo Pelouro do desenvolvimento Social e conta com a colaboração de académicos e de estudantes dos cursos de enfermagem das universidades, da Delegacia de Saúde, da Cruz...
Recursos já estão disponíveis para mitigação dos efeitos do mau ano agrícola, paralelamente à mobilização de água   Vinte e um milhões de escudos é a verba assegurada para a criação de frentes de trabalho...

© Sítio da CM de Santa Catarina 2019