“É visível a marca dos emigrantes em Santa Catarina”

Num ambiente de cumplicidade, fraternidade e confiança, decorreu o Encontru di Emigrantis no último sábado, a que se seguiu um Jantar/Espetáculo que juntou nomes emergentes da música caboverdiana

 

Segundo o Presidente Beto Alves, “é visível a marca dos emigrantes em Santa Catarina”, já que “durante anos da nossa história, os homens de Santa Catarina elegeram a emigração como sendo uma via para a resolução dos problemas e concretização de sonhos”. O Edil falava no último sábado, 05, no Encontru di Emigrantis que reuniu, nos Paços do Concelho, uma centena e meia de mulheres e homens que procuraram no estrangeiro a concretização dos seus sonhos a uma vida melhor.

Com o salão Nobre cheio, Beto Alves sublinhou que “aquilo que é Santa Catarina deve-se, em grande medida, ao trabalho e determinação dos nossos emigrantes, cuja história não é recente, mas sim de uma longa caminhada”, acrescentando: “aquilo que levam na bagagem é a vontade de regressar à terra, mas melhorando de vida, melhorando a vida das famílias, dos amigos, dos vizinhos, pois a marca dos emigrantes de Santa Catarina é a solidariedade, a ajuda e a generosidade”.

Fazendo um breve balanço da atividade da equipa camarária desde que tomou posse, dez meses atrás, o Presidente Beto Alves destacou as obras de infraestruturação já concluídas, em curso e a arrancar para sublinhar “tratar-se de um novo tempo aquele que se vive em Santa Catarina”, não deixando de referir ainda a importância que a Câmara está a dar ao ambiente e saneamento, a uma forte Agenda Cultural, mas também às atividades direcionadas para a área social, a eficácia e eficiência administrativa, a juventude e o desporto, mas ainda nos domínios do comércio informal, da organização do mercado e da planificação das feiras.

Beto Alves não esqueceu um dos principais problemas que afetam o município: “Santa Catarina regista um défice habitacional muito elevado, ou seja, pelo menos cerca de 4.000 famílias em situação de défice básico, e cerca de 2.000 vivem em situação de insegurança habitacional, isto é, em casas degradadas”. Segundo Beto Alves, é por isso que a Câmara “tem vindo a apoiar as famílias na reabilitação das suas casas”. Um problema que reside na circunstância de 43 por cento (%) da população ser pobre, sendo que desses 58,8% são mulheres chefes de família.

Direcionando a sua intervenção no grande objetivo estratégico da sua equipa para a Cidade de Assomada, Beto Alves sublinhou que “o nosso compromisso é sobretudo garantir uma cidade moderna, limpa, ordenada, atrativa, competitiva, mas aprazível e sustentável”, mas também “uma cidade segura, inclusiva e solidária, com oportunidades para todos”.

No encontro houve lugar, ainda, para as intervenções do Deputado pelo Círculo Eleitoral da Europa e Resto do Mundo, Emanuel Barbosa, e para a Assessora do Ministro dos Negócios Estrangeiros e Comunidades, Anabela Santos, bem assim para as de vários emigrantes que sublinharam as dificuldades recorrentes que ainda persistem em matéria de serviços alfandegários, representações diplomáticas e deficiências de resposta de várias instituições da Administração Pública.

Ao encontro, seguiu-se um Jantar/Espetáculo servido no Terraço dos Paços do Concelho, abrilhantado pelas atuações das Batucadeiras de Saltos, Vânia & Sílvio Brito e Bob Mascarenhas. A apresentação este a cargo da Jornalista da Rádio Nacional de Cabo Verde (RCV) Hermen Tavares Alfredo.

 


O Presidente Beto Alves, que interveio ontem no Fórum Mundial de Desenvolvimento Económico e Social, defendeu um novo paradigma económico, melhor democracia, participação dos cidadãos no processo...
A garantia foi dada no Dia Nacional da Cultura por Jassira Monteiro, durante as comemorações do 18 de outubro, num Centro Cultural Norberto Tavares com casa cheia. Mas as celebrações do Dia Nacional da...
Na manhã de hoje, o Presidente Beto Alves esteve no stand da autarquia, falando entusiasticamente com os participantes do fórum. E quinta-feira, o Edil da cidade do planalto vai intervir sobre a...
Durante uma semana, árbitros da Santa Catarina receberam formação, tanto no domínio teórico como na prática, sobre as novas regras do futsal. Uma ação que foi ministrada pelo árbitro Jorge Mendes...
Uma exposição produzida pelo Arquivo Nacional de Cabo Verde, uma palestra pelo Professor de Cultura Caboverdiana João Monteiro, e uma Tarde Cultural constam do programa que tem por palco o Centro...

© Sítio da CM de Santa Catarina 2017