“Jovens em ação construindo soluções”

Durante uma semana, jovens líderes de grupos e associações juvenis de todas as localidades de Santa Catarina estão reunidos numa conversa aberta para debaterem o presente, apontando soluções para um futuro melhor e de mudança de paradigmas

 

“Jovens em ação, construindo soluções”  é o lema da Semana da Juventude, que se iniciou na última segunda-feira, 07, e tem por objetivo mobilizar a juventude de Santa Catarina, numa lógica de participação individual e coletiva, juntando líderes locais e debatendo temas da atualidade.

Esta terça-feira, decorrente do programa do evento, iniciaram-se as Conversas Abertas, levando ao Salão Nobre dos Paços do Concelho três painéis, com Graça Sanches (A juventude na política), Redy Lima e Rony Moreira (Atitudes e comportamentos dos jovens em contextos urbanos atuais) e Ulisses Vieira (A Juventude e o empreendedorismo)



Política é instrumento para o bem comum

Na sua intervenção sobre A juventude na política, Graça Sanches defendeu que podemos designar a política como a participação social, ou seja, não nos limitamos apenas ao governo ou a partidos políticos, partimos para uma participação coletiva e cívica.

“Somos uma sociedade bastante partidarizada, mas, nós jovens, podemos mudar essas ideias (…), mostrando que temos argumentos suficientes para que quando expressarmos opinião sobre um determinado assunto temos conhecimento, de tal forma que as pessoas não têm que associar-nos diretamente ou indiretamente a partidos políticos. Por isso, temos que ter o foco nas nossas causas sociais, e aqui é que está a diferença dos jovens naquilo que podemos fazer para melhorar essa perceção que existe na sociedade caboverdiana” esclareceu Graça Sanches.

Sanches explicou que a política é um instrumento que as pessoas utilizam para administrar, definir prioridades, fazer planeamento. Ou seja, a política é um instrumento importante e deve ser visto como um meio para buscar o bem comum.

Para Graça Sanches, a política é um arma poderosa para transformar, dependendo da forma como é usada. “A política comanda as nossas vidas” e quando não participamos no destino da nossa nação ela fica nas mãos de uma pessoa ou de um pequeno grupo de pessoas.

Mudar a sociedade e as nossas vidas

No segundo painel, Rony Moreira realçou que a maior parte dos jovens não quer assumir as responsabilidades e se autoexclui da participação cívica. “Os jovens não querem assumir o seu papel, querem tudo fácil, não querem ir à luta e decidem partir para uma atitude de facilitismo, e aí é mais fácil sermos monitorados”.

O orador adiantou que a nossa atitude tem sido de pessimismo, falta de confiança, aceitamos coisas com facilidade, somos pouco trabalhadores, pouco cooperativos e vivemos, às vezes, fora da realidade caboverdiana.

O direito de questionar

“Meu maior medo é o que Cabo Verde vai ser daqui a 10 a 15 anos, se passamos a ter uma atitude desprovida de consciência politica, não temos noção do real peso que temos, não sabemos para onde queremos ir e de que maneira”, prosseguiu Rony Moreira, chamando a atenção para a necessidade de se mudarem mentalidades no que respeita à sociedade e às nossas vidas.

Por sua vez, Redy Lima salientou que nada é dado, o poder é conquistado. O orador asseverou que devemos trabalhar os jovens no plural para podermos ultrapassar o problema que consiste em nos retirarem, desde crianças, o poder de questionamento. “Criança não pode perguntar, e somos desprovidos do direito que temos ao questionamento sobre o que se passa na nossa sociedade”, salientou.

Segundo Redy, os jovens devem começar a pensar, têm que fazer algo por eles mesmos, para a mudança de paradigmas.

Brigar pela mudança

Intervindo no painel A juventude e o empreendedorismo, Ulisses Vieira sublinhou que esta equipa camarária tem feito muito pelo concelho e considerou que o atual Presidente da Câmara, Beto Alves, é o melhor autarca que Santa Catarina já teve até agora.

Entrando diretamente no tema do painel, Ulisses Vieira defendeu que quando expomos o nosso dom, a nossa capacidade interna de empreender, de incentivar, de brigar para a mudança e por uma vida de qualidade, conseguimos mudar o País, mudar o concelho e mudar, ainda, a nossa família.

Vieira afirmou que quando expomos o nosso dom, a nossa capacidade interna de empreender, de incentivar, brigar para mudança para uma vida de qualidade conseguimos mudar o país, o concelho, mudar ainda a nossa família.

O orador advogou que o jovem deve ver os obstáculos como um trampolim de oportunidades para conseguir uma vida melhor. “Temos que ter medo de ter medo, porque quando corajosamente, dinamicamente, qualificadamente dizemos “yes I can” (sim, eu posso) Cabo Verde, nossa cidade e nosso concelho vão mudar” enfatizou.

Ulisses Vieira deixou uma mensagem para todos serem empreendedores naquela área para que fomos talhados, e para que sejamos melhores naquilo que decidimos ser, porque só assim conseguimos desenvolver o nosso país.

Com uma participação ativa dos jovens, os painéis de debate suscitaram dezenas de intervenções dos participantes.

Programa

07 agosto

Abertura -16:00 Horas – Salão Nobre

- Presidente da Câmara Municipal de Santa Catarina

- Noite Cultural com grupos locais

08 agosto

Conversa Aberta sob o tema:

- 10:00 - A juventude na política - Graça Sanches

- 11:30 - Atitudes e comportamento dos jovens em contextos urbanos atuais - Rony Moreira e Redy Lima

- 13:00 – Almoço

- 15:00 - A juventude e o empreendedorismo – Ulisses Vieira

- 18:00 – Tarde desportiva

09 agosto

Conversa Aberta sobre os temas:

- 10:00 - Os jovens vs violência e consumo de drogas – Honório Fragata (Tendas El Shaddai) e Ricardo Fidalgo

- 11:30 - Homossexualidade e casamento entre pessoas do mesmo sexo - Pastor Adriano e Evelyne Monteiro

- 13:00 – Almoço

- 15:00 - Hip-hop e rebeldia juvenil – Gá DaLomba e Bruno (Detroit Caboverdiano)

- 17:00 – Tarde desportiva

10 agosto

- 10:00 – 16:30 – Liderança associativa - Silvino Robalo e Yara Dos Santos

- Deslocação a Ribeira da Barca, com sessão de sensibilização sobre os efeitos da extração de inertes

- 13:00 – Almoço

- 16:00 – Campanha da Limpeza

- 18:00 – Tarde Desportiva

11 agosto

- 10:00 - Sessão de sensibilização pela cidade sobre a importância de preservação do meio ambiente, atitudes e comportamentos em relação ao nosso meio;

- 13:00 – Almoço;

- 16:00 – Sensibilização sobre a problemática do uso do álcool

- 17:30 – Sessões de grafites pela Cidade de Assomada

- 19:00 - Noite Jovem

 12 agosto

- 10:00 – Receção dos grupos de jovens;

- 11:00 – Apresentação da síntese da semana

- 12:30 - Almoço

- 14:30 - Tarde cultural e recreativa, com apresentação dos grupos

- 17:00 – Encerramento, com o Presidente da Câmara Municipal

 


O Presidente Beto Alves, que interveio ontem no Fórum Mundial de Desenvolvimento Económico e Social, defendeu um novo paradigma económico, melhor democracia, participação dos cidadãos no processo...
A garantia foi dada no Dia Nacional da Cultura por Jassira Monteiro, durante as comemorações do 18 de outubro, num Centro Cultural Norberto Tavares com casa cheia. Mas as celebrações do Dia Nacional da...
Na manhã de hoje, o Presidente Beto Alves esteve no stand da autarquia, falando entusiasticamente com os participantes do fórum. E quinta-feira, o Edil da cidade do planalto vai intervir sobre a...
Durante uma semana, árbitros da Santa Catarina receberam formação, tanto no domínio teórico como na prática, sobre as novas regras do futsal. Uma ação que foi ministrada pelo árbitro Jorge Mendes...
Uma exposição produzida pelo Arquivo Nacional de Cabo Verde, uma palestra pelo Professor de Cultura Caboverdiana João Monteiro, e uma Tarde Cultural constam do programa que tem por palco o Centro...

© Sítio da CM de Santa Catarina 2017