Câmara quer transformar Assomada em cidade de cultura

A garantia foi dada no Dia Nacional da Cultura por Jassira Monteiro, durante as comemorações do 18 de outubro, num Centro Cultural Norberto Tavares com casa cheia. Mas as celebrações do Dia Nacional da Cultura só encerram na próxima sexta-feira, com Mário Lúcio a subir ao palco da Praça Central      

A Câmara Municipal de Santa Catarina quer fazer da cidade e do município referências e destinos de excelência, a tónica foi esta quinta-feira, 18, reafirmada por Jassira Monteiro, na data em que se celebrou oficialmente o Dia Nacional da Cultura. “A nossa estratégia é transformar Assomada, de facto, numa cidade de cultura e Santa Catarina num destino turístico-cultural”. A Vereadora da Cultura fez estas declarações à margem da Tarde Cultural que decorreu no Centro Cultural Norberto Tavares.

As comemorações do Dia Nacional da Cultura foram marcadas por três momentos específicos, numa programação diversificada, conforme foi referido por Jassira Monteiro.

“Nos dias 13 e 14 tivemos aqui a Exposição em Vinil, de Gil Moreira, um grande artista e, sobretudo, um grande investigador na área da Cultura Caboverdiana. Tivemos mais de 2000 discos de vinil, um workshop, um encontro com contadores de histórias de Santiago Norte”, disse a Vereadora.

Reportando-se ao dia de ontem, Jassira Monteiro salientou: “tivemos o quintal cheio, começamos de manhã com a exposição de selos com o timbre da cultura caboverdiana e, de tarde, tivemos esta Tarde Cultural, com passagem de modelos com trajes em pano de terra, músicos locais, batucadeiras…”.

Mas as comemorações não se ficam por aqui. “Sexta-feira, dia, 20, encerramos as comemorações do Dia Nacional da Cultura com um grande concerto com Mário Lúcio, aqui na Praça Central”, concluiu a Vereadora da Cultura.

Casa cheia

O Dia Nacional da Cultura registou uma grande afluência de público ao Quintal Orlando Pantera do Centro Cultural Norberto Tavares. Durante anos sem agenda própria e espaço morto onde as atividades culturais eram esporádicas, desde que a sua gestão foi transferida para a Câmara Municipal, o espaço passou a ter agenda própria e uma crescente afluência de público. A casa cheia de ontem, por tal, não é de estranhar, marca o início de uma nova era para o Centro Cultural Norberto Tavares.

As comemorações deste dia maior da cultura caboverdiana começaram cedo. Pelas 09h00 foi inaugurada a exposição “A Cultura das ilhas nos selos postais de Cabo Verde”, uma viagem pela Cultura, história e tradições do país, da responsabilidade do Arquivo Nacional de Cabo Verde. Logo a seguir, o professor de Cultura Caboverdiana João Monteiro deu uma palestra para alunos e professores do ensino secundário subordinada ao tema “A necessidade de preservar a Cultura local”.

Durante a tarde foi a vez de a voz, a música e o talento de artistas locais passarem pelo palco do Quintal Orlando Pantera, oferecendo ao público momentos memoráveis, dignificando este espaço de Cultura e dando ao dia a dignidade dos grandes momentos.

O espetáculo começou ao som do batuque, com os grupos Boa Vontade (de Chã de Tanque) e Txabi Nobo (de Fonte Lima) a marcarem o ritmo de uma tarde onde a alegria, as palmas e os ritmos colocaram o público, de algum modo, como protagonista.

A dança tradicional e o desfile de trajes tradicionais empolgaram, de igual modo, as dezenas de pessoas que aderiram ao apelo do Pelouro da Cultura, numa organização que se traduziu em qualidade e profissionalismo.

João de Sousa, Marlici & Joel, Zé di Txarco & David, China, Escola de Música Norberto Tavares e Banda Santa Catarina rasgaram insistentes palmas do público que, desde a primeira hora, revelou ter aderido ao espetáculo.

Mas a surpresa da tarde fechou com chave de ouro a programação no Pátio Orlando Pantera, com a subida ao palco de Benvindo & Nola, num cotxi po empolgante que não deixou ninguém indiferente.

No final do espetáculo era visível a alegria das pessoas que marcaram presença no Dia Nacional da Cultura, dando a entender que a vontade geral é para que momentos destes se repitam.

Agora, a expectativa está centrada no dia de amanhã (sexta-feira) quando, pelas 21h00, Mário Lúcio subir ao palco da Praça Central para apresentar a Santa Catarina o imperdível Funanight.

 


Dia de festa e de uma alegria imensa da população que, finalmente, viu concretizado um sonho antigo. Para Beto Alves e a sua equipa, promessa feita é palavra dada e obra realizada   Esta quinta-feira,...
Diminuir a concorrência desleal em matéria de infrações económicas e contra a saúde pública, é o objetivo do protocolo assinado com a Inspeção Geral das Atividades Económicas, garantindo maior...
Nomes grandes da música fazem o cartaz da edição deste ano, que acontece a 24 e 25. Um momento alto das Festividades do Município, anunciado pela Vereadora da Cultura, Jassira Monteiro   Zé Espanhol &...
Um espaço museológico não pode sobreviver sem o envolvimento da comunidade, sem constituir fator de crescimento das pessoas e da economia, levando dinamismo à vida das localidades. Foi esse o traço...
No centro da polémica, o estabelecimento de ensino está marcado por divergências entre docentes e Direção. Eurico da Moura e os eleitos municipais quiseram ouvir de viva voz as razões da polémica. Os...

© Sítio da CM de Santa Catarina 2017