Noite mágica no Centro Cultural Norberto Tavares

E a noite se cumpriu com a quarta edição do FestiGuitarra, um espetáculo que juntou no mesmo palco um “naipe” de músicos de excelência: Arlindo Sax, Binga de Castro, Carlos Ferro, David Rocha, Ivan Medina e, naturalmente, Jo do Bango – o “arquiteto” do festival

 

Não é todas as noites que se consegue juntar no mesmo espaço a “nata” da música caboverdiana. Isso mesmo aconteceu na última sexta-feira, 10, no Centro Cultural Norberto Tavares.

Desde logo, pela afluência e adesão do público, quebrou-se um mito: em Assomada as pessoas estão disponíveis para dizer presente a manifestações culturais para além do Funaná e do Cotxi Po. Já no passado isso se havia verificado e, agora, com o FestiGuitarra veio-se a confirmação.

Por outro lado, o Centro Cultural Norberto Tavares, a partir do momento em que passou a ser gerido diretamente pela Câmara Municipal, construiu uma Agenda Cultural forte que, num crescendo para muitos surpreendente, está a gerar um público regular que acorre às várias iniciativas que têm por palco o Quintal Orlando Pantera, começando a afirmar Assomada como alternativa séria à programação cultural da capital, onde, até há pouco, tudo acontecia.

Um espetáculo memorável

O quarta edição do FestiGuitarra, levado a palco pela parceria entre Jo di Bango e a Câmara Municipal de Santa Catarina, é um dos momentos mais altos das Festividades de Santa Catarina, traduzindo-se num espetáculo memorável que juntou um “naipe” de músicos de excelência, sendo uma grande mais-valia para a Agenda Cultural do Município para o futuro.

É difícil juntar, de uma assentada, no mesmo palco, seis músicos com a qualidade - diremos mesmo, o virtuosismo – de Arlindo Sax, Binga de Castro, Carlos Ferro, David Rocha, Ivan Medina e, naturalmente, Jo do Bango – o homem que, em 2013, pensou o conceito do FestiGuitarra e o levou ao palco um ano depois.

Durante duas horas, tendo como pano de fundo a música popular e tradicional caboverdiana, o público foi fruindo improvisações e variações de temas que toda a gente conhece, que fazem parte das nossas memórias coletivas e que sublinham a genialidade de músicos e compositores caboverdianos de várias épocas e gerações.

O agrado do público e a sua adesão ao espetáculo, que se prolongou por duas horas, aumentam a fasquia de responsabilidade para as próximas edições e colocam o FestiGuitarra como uma marca de excelência da Agenda Cultural santacatarinense.


Três profissionais da Optique Vision Plus vão estar de 19 a 21 de julho, no horário entre as 09 e as 17h00, naquele espaço, para atenderem todos os interessados   Durante três dias, de 19 a 21 de...
A escritora vai estar na tarde desta quarta-feira no Centro Cultural Norberto Tavares, para falar de 25 anos de estrada literária. Uma conversa moderada por Tozé Barbosa, tendo como pano de fundo “A...
O responsável pela pasta da Indústria, Comércio e Energia vai estar na próxima quinta-feira no município. Em agenda, um encontro com Beto Alves e a sua equipa, visita a empresas e encontros com...
Alma sem Maldade, Fidjus de Nha Santana e Txabi Nobu ficaram apurados para as meias finais do Concurso o Melhor Grupo do Ano. Pelo Caminho ficaram Boa Vontade e Flor de Cultura, este último por...
A Biblioteca Municipal é palco da 5ª Residência Artística, que abriu oficialmente portas este sábado. Organizada pelo Atelier Beto Diogo e pela Casa das Artes de Assomada, conta com a parceria da...

© Sítio da CM de Santa Catarina 2018