Noite mágica no Centro Cultural Norberto Tavares

E a noite se cumpriu com a quarta edição do FestiGuitarra, um espetáculo que juntou no mesmo palco um “naipe” de músicos de excelência: Arlindo Sax, Binga de Castro, Carlos Ferro, David Rocha, Ivan Medina e, naturalmente, Jo do Bango – o “arquiteto” do festival

 

Não é todas as noites que se consegue juntar no mesmo espaço a “nata” da música caboverdiana. Isso mesmo aconteceu na última sexta-feira, 10, no Centro Cultural Norberto Tavares.

Desde logo, pela afluência e adesão do público, quebrou-se um mito: em Assomada as pessoas estão disponíveis para dizer presente a manifestações culturais para além do Funaná e do Cotxi Po. Já no passado isso se havia verificado e, agora, com o FestiGuitarra veio-se a confirmação.

Por outro lado, o Centro Cultural Norberto Tavares, a partir do momento em que passou a ser gerido diretamente pela Câmara Municipal, construiu uma Agenda Cultural forte que, num crescendo para muitos surpreendente, está a gerar um público regular que acorre às várias iniciativas que têm por palco o Quintal Orlando Pantera, começando a afirmar Assomada como alternativa séria à programação cultural da capital, onde, até há pouco, tudo acontecia.

Um espetáculo memorável

O quarta edição do FestiGuitarra, levado a palco pela parceria entre Jo di Bango e a Câmara Municipal de Santa Catarina, é um dos momentos mais altos das Festividades de Santa Catarina, traduzindo-se num espetáculo memorável que juntou um “naipe” de músicos de excelência, sendo uma grande mais-valia para a Agenda Cultural do Município para o futuro.

É difícil juntar, de uma assentada, no mesmo palco, seis músicos com a qualidade - diremos mesmo, o virtuosismo – de Arlindo Sax, Binga de Castro, Carlos Ferro, David Rocha, Ivan Medina e, naturalmente, Jo do Bango – o homem que, em 2013, pensou o conceito do FestiGuitarra e o levou ao palco um ano depois.

Durante duas horas, tendo como pano de fundo a música popular e tradicional caboverdiana, o público foi fruindo improvisações e variações de temas que toda a gente conhece, que fazem parte das nossas memórias coletivas e que sublinham a genialidade de músicos e compositores caboverdianos de várias épocas e gerações.

O agrado do público e a sua adesão ao espetáculo, que se prolongou por duas horas, aumentam a fasquia de responsabilidade para as próximas edições e colocam o FestiGuitarra como uma marca de excelência da Agenda Cultural santacatarinense.


Técnicos, consultores einstituições envolvidas no processo de implementação doProjeto de Desenvolvimento de Sistemas de Abastecimento de Água da Ilha de Santiago estiveram no concelho, analisando a...
O Edil recebe esta quinta-feira delegações da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação de Cabo Verde e do Senegal. Em agenda um projeto para a coleta de água das chuvas e...
A distribuição deste bem alimentar vai acontecer a partir de segunda-feira, mas a equipa liderada por Beto Alves não irá exibir perante a Comunicação Social as famílias contempladas, já que a...
São Bento e a Praça Central foram o centro das comemorações, com atividades desportivas e uma tarde infantil com O Papagaio e as Moranguitas, a que se juntou o Mágico Ady   Este ano, as celebrações do 13 de...
Com o mesmo objetivo, “trabalhar e desenvolver o município”, Beto Alves e os representantes dos serviços descentralizados do Estado, sedeados no concelho, colocaram em dia os problemas que afligem o...

© Sítio da CM de Santa Catarina 2018