Olhos nos olhos, Olavo Correia falou com jovens e empresários

“Um país não é construído somente na base do diploma, mas sim do trabalho”, por isso deve haver investimentos em todas as áreas de negócios buscando os meios de financiamento para os jovens e empresários, assuntos esses que foram tratados durante o encontro

 

O Vice-Primeiro-ministro e Ministro das Finanças, Olavo Correia, esteve esta segunda-feira, 08, em Assomada num encontro com jovens e empreendedores económicos, realizado no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

O Presidente Beto Alves, durante o encontro, disse que a Câmara tem priorizado o diálogo com as entidades, associações e comunidade em geral.

“Promovemos este encontro, sobretudo, para alinharmos em termos de estratégias, aquilo que tem sido a nossa opção política e investimento de recursos”, sublinhou o autarca.

Por sua vez, Olavo Correia, disse que o nível de desenvolvimento do país não é somente uma função dos partidos políticos, mas sim uma função que tem que ser partilhada por uma comunidade lúcida e por um povo empreendedor.

O também Ministro das Finanças disse, ainda, que é necessário investir nas tecnologias, portos, aeroportos, transportes aéreos e marítimos, porque o Estado cria condições para que os privados invistam e para isso tem que ter um bom ambiente de negócios.

“O Estado deve garantir que tenhamos um país confiável, estável e que consiga criar oportunidades, exploração de bens e, sobretudo, que permita a circulação de pessoas, e deve-se preparar os jovens com educação e formação profissional”, afirmou o Vice-Primeiro-ministro.

“Um país não é construído somente na base do diploma mas sim do trabalho, temos que valorizar o trabalho porque todas as atividades são dignas”, salientou Olavo, avançando a ideia de que “o Estado não tem dinheiro para dar a ninguém, mas sim criar condições e oportunidades para que as pessoas possam investir e criar os seus próprios negócios”.

O Governo dispõe de um fundo para garantir e ajudar as empresas e os jovens na preparação de projetos, a ter empréstimos bancários, a gerir melhor a informação, a dar esclarecimentos relevantes e a preparar os jovens para driblarem o desemprego.

O encontro teve a participação ativa dos munícipes, no que tange a criação de projetos de negócios, financiamentos e esclarecimento de dúvidas acerca da fiscalização comercial nos bares e outros estabelecimentos.

O Presidente Beto Alves, ciente das preocupações dos munícipes, garantiu estar aberto ao diálogo com jovens e empresários a fim de solucionar os problemas abordados durante o encontro.

 


© Sítio da CM de Santa Catarina 2019